domingo, 26 de janeiro de 2014

INTUIÇÃO


Sempre ouvi falar da importância de confiar e se guiar pela intuição na hora de fazer escolhas e tomar decisões.

Mas na prática o que significa confiar e se guiar pela intuição?

Esta é uma pergunta que te convido a responder depois de ler o meu artigo.

O que vejo muitas vezes é que a pessoa confunde a intuição com o medo. Intuição é coisa da alma. Medo é coisa do ego. Os ruídos mentais nos impedem de ouvir a voz do coração, da nossa alma, a voz interior que é nosso verdadeiro guia.

Por isto é difícil falar sobre este tema.

Antes de responder a primeira pergunta eu lanço uma segunda:

O que intuição?

Muitas coisas nos acontecem e a gente não sabe explicar.

Sabe quando você está pensando em uma pessoa e o telefone toca e você tem certeza que é ela e é mesmo?

Ou você está falando com alguém sobre uma pessoa que não vê a muito tempo e de repente ela aparece?

A gente tem costume de falar:  – Nossa, que coincidência.

Mas estou convencida de que não existem coincidências e sim sincronicidade. É a vida organizando as coisas de maneira a conseguir nos passar uma mensagem, fazendo os links necessários para nos entregar a exata informação no momento que necessitamos dela.

Isto não pode ser explicado com fundamentação teórica, pesquisas cientificas, mas pode ser percebido pelas pessoas intrinsecamente. As experiências intuitivas acontecem todo o tempo e precisamos estar atentos aos sinais internos e externos.

Por exemplo:

Você está buscando fazer uma mudança na sua vida, estar mais conectado com a natureza, quer respirar ar puro e de repente aquele terreno, naquela cidade que você tinha pensado um dia em morar, é colocado à venda e isto acontece logo depois de conversar com sua amiga sobre o tema por telefone.

Coincidência?

Não, sincronicidade.

É a vida te passando uma mensagem importante e se você ouve, mas não entende, sem problemas porque a vida continua tentando te mostrar, falando suavemente, mas se a gente não ouve o sinal, chega uma hora que a vida grita. Ela te mostra que se não for por amor, será pela dor.

Para que possa se guiar pela intuição é preciso observar estas experiências e perceber o que significam para você e qual mensagem te deixam.

A informação que precisamos vem do nosso interior, mas também do meio externo.

Você pode estar buscando uma resposta e recebe um e mail que te oferece exatamente o que buscava.

Ou ganha um livro que te mostra o que precisava ver.

Ou você lê aquele artigo que surge no momento exato para te despertar.

A vida nos fala de diferentes maneiras.

Quando a informação vem do seu interior pode vir em forma de lembranças, memórias, símbolos, imagens, sonhos e se você fica atento e busca compreender:

Por que esta lembrança da minha infância veio exatamente neste momento que tento resolver este problema?

O que este símbolo que já vi 3 vezes hoje tem a ver com a resolução do conflito que vivo no momento?

O que meu interior quer me dizer com esta recordação?

Parece muito simples não é mesmo?

Mas quem sabe a vida é realmente simples e é a gente com este tal de “pensar” que complica tudo. Quem sabe?

Quando quiser saber de algo, a vida vai te dizer exteriormente em forma de metáfora. O seu mundo externo é um reflexo do seu mundo interno.

Quando você olha no espelho, você pode ver refletido o seu rosto. Esta é uma metáfora da nossa realidade. Tudo o que ocorre ao seu redor é um espelho de você mesmo.

Como disse Eric Rolf, cada pessoa que aparece em sua vida, te faça bem ou mal, é um presente Divino porque vem te mostrar algo, te dar uma resposta ou te ensinar o que você precisava aprender naquele exato momento.

Quando você passa a enxergar cada acontecimento como um presente que te ajuda a evoluir, a crescer, a conquistar o que deseja, a realizar seu propósito, se torna mais agradecido, se sente mais próximo das pessoas e deixa o rio da vida fluir através de você, sem julgar, escutando e se guiando por sua voz interior.

Você deve apoiar-se em sua própria experiência para tomar suas decisões, baseando-se na sua voz interna. Se há ruído mental, pare um pouco, fique consciente da sua respiração, medite, ore, permita-se escutar o seu silencio. A voz sempre estará ali para te guiar e quando ouvi-la estará em harmonia consigo mesmo e com a vida.

“A vida é como nadar em um rio, quando a corrente te leva você se move sem fazer nenhum esforço. Não insista em nadar contra corrente e ir contra a força da vida, escute o que e como ela fala e deixe-se levar, não coloque bloqueios, não se interponha porque a vida sabe o que precisa saber” e como disse Milton Erickson:

“Há algumas coisas que você sabe, e não sabe que sabe.

Há algumas coisas que você não sabe, que sabe.

E quando você souber você será você mesmo”.

 

O meu eu verdadeiro saúda o seu.

Grande abraço.

Keli

sábado, 18 de janeiro de 2014

MEDITAÇÃO GUADA - PARA LIDAR BEM COM A ADVERSIDADE / KELI SOARES

domingo, 12 de janeiro de 2014

ANSIEDADE - UMA NOVA VISÃO PARA O QUE VOCÊ SENTE

- O que mudaria na sua vida se você começasse a enxergar as coisas por um ângulo diferente?

- Qual é o papel da ansiedade em sua vida? 

- Qual conflito psicológico geralmente desencadeia ou desencadeou a ansiedade?

- Como vai ser a sua vida sem esta ansiedade?

- O que você vai fazer quando se curar?

Dedique algum tempo para responder estas perguntas antes de continuar lendo este artigo. Todas as respostas que precisamos estão dentro de nós mesmos, ainda que insistamos em buscar fora. Então volte a sua atenção para dentro e procure entender como esta ansiedade te ajuda em seu processo evolutivo. 

A ansiedade é um medo do futuro. O mundo interno se agita intensamente e geralmente interpretamos estas sensações como negativas. Contudo imagine como seria ver este estado por outro ângulo. Ter uma visão positiva desta vilã que tentamos eliminar. 

Quando entra em estado de ansiedade o seu cérebro está te colocando em condições para que você encontre o seu propósito de vida, sua finalidade aqui neste planeta. Esta ideia pode parecer maluca, mas tem um sentido. 

Procure se lembrar... Quando está ansioso, você sente a sensação de que deveria estar fazendo algo que não está fazendo, não é mesmo? 

A ansiedade diz que você tem algum desejo que está oculto e que é hora de fazer um movimento em direção a ele, que tenha a coragem de descortinar, de descobrir qual desejo está escondendo de si mesmo. 

O seu cérebro ativa um programa que te deixa agitado para que possa perceber uma mensagem muito clara: VOCÊ ESTÁ VIVO! 

E ele está te preparando para algo muito mais importante do que está realizando agora, é hora de dar um salto quântico, pois a ansiedade te coloca em outro nível que é de transição, para que possa fazer este salto. 

Quer dizer que agora você pode enfrentar coisas que antes não enfrentaria, que pode entrar em contato com seu propósito real e cumpri-lo. 

Se você não tivesse um grande desejo oculto a realizar, provavelmente não sentiria ansiedade, o seu cérebro não te daria este impulso para tirar você da zona de conforto e cumprir com o que realmente dá significado a sua vida e que realmente vai te fazer feliz! 

Pense sobre isto. 

O que sempre quis fazer, mas nunca tinha se movimentado para fazê-lo? 

Ou que ações começou e simplesmente desistiu? 

O que está esperando para realizar sua finalidade nesta vida?

E para terminar, fazendo uma homenagem a Mandela, transcrevo aqui o discurso de sua posse:

Nosso medo mais profundo.
Nosso medo mais profundo
não é o de sermos inadequados e incapazes.
Nosso medo mais profundo
é que sejamos poderosos além da medida.
É a nossa luz, não as nossas trevas,
o que mais nos amedronta.
Nós nos perguntamos:

Quem sou eu para ser brilhante,
maravilhoso, talentoso e incrível?
Na realidade, quem é você para não o ser?

Você é filho do Universo.

Se fazer pequeno não ajuda em nada o mundo.
Não há iluminação em se encolher
para que os outros não se sintam inseguros
quando estão perto de você.

Nascemos para manifestar a glória do Universo que está dentro de nós.
Não está apenas em um de nós: está em todos nós.
E conforme deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo.
E conforme nos libertamos do nosso medo, nossa presença, automaticamente, libera os outros."

Nelson Mandela 
Trecho de seu discurso de posse em 1994. 

Grande abraço!

Keli Soares

MEDITAÇÃO GUIADA - CONECTE-SE CONSIGO MESMO/ KELI SOARES